Sindicato dos Policiais Federais no Estado de Minas Gerais
Av. Raja Gabaglia, 1000 - Sl 201
Cep: 30441-070
Belo Horizonte - MG
(31) 3292.3297
 

04/01/2018

PF cria grupo para auxiliar no combate às notícias falsas antes das eleições

Visualizações: 193

A Polícia Federal (PF) montará, em Brasília, um grupo de trabalho com outros órgãos federais para tentar coibir a disseminação de ‘fake news’, notícias falsas que circulam em redes sociais e aplicativos de mensagens como o WhatsApp. A medida visa evitar que essas informações falsas influenciem o resultado das eleições de 2018. A informação é do jornal Folha de S.Paulo. 

 

Segundo a publicação, o grupo terá um delegado, um agente, um perito criminal federal e técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da Procuradoria-Geral da República (PGR). O pedido teria partido do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux, que assumirá o comando do TSE a partir do dia 6 de fevereiro. 

 

A ideia da PF, diz a reportagem, é elaborar uma legislação específica para os casos em que notícias falsas são veiculadas pela internet e, depois disso, submetê-la à aprovação do Congresso para que seja aprovada antes das eleições de 2018. 

 

Para o chefe da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Dicor) Eugênio Coutinho Ricas, que comandará o grupo, a legislação atual não permite uma exata compreensão da atuação policial nesses casos,  justamente por não deixar claro o que são ‘fake news’. Para Ricas, a PF deveria atuar em casos em que ficasse evidente a criação de notícias falsas com o intuito de ajudar ou atrapalhar candidatos a cargos públicos no pleito de 2018. 

 

A ideia é que a polícia tenha condições de localizar os autores das ‘fake news’ e, feito isso, possa encaminhar os casos ao Poder Judiciário, para que a Justiça exija a retirada das notícias falsas do ar e puna os responsáveis. 

 

Ricas mencionou as eleições nos Estados Unidos como exemplo do que pode ocorrer no Brasil, caso não sejam tomadas medidas efetivas contra as ‘fake news’. Durante a campanha presidencial dos EUA, operadores russos teriam criado e disseminado falsas notícias que teriam influenciado a eleição de Donald Trump. Essa suposta influência ainda é investigada no país norte-americano. 

 

Em 2018, os brasileiros irão às urnas para eleger presidente, governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais. O primeiro turno ocorrerá no dia 7 de outubro e o segundo, caso seja necessário, no dia 28 do mesmo mês.

 

Fonte: Rede TV


Nome
Cidade
E-mail (não será divulgado)
Mensagem
Caracteres restantes:
Digite o código abaixo
 
 
 
Wall03